"" Você Aprende A Emagrecer Aqui !!

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Conheça As Principais Vantagens Para Se Fazer Uma Dieta Simples !

Dieta pode ser definida como tudo o que é consumido, alimentos sólidos e líquidos consumidos por uma pessoa durante um dia. Nesse sentido, uma dieta que visa o emagrecimento deve propiciar a perda de peso através da diminuição do consumo diário de calorias, e do aumento na queima de calorias (gordura) acumuladas no organismo, de preferência potencializada pela prática de atividades físicas. Conheça o método de edson burger.

As dietas de emagrecimento só são eficazes quando, após perdidos os quilos desejados, a pessoa consegue manter o peso, não engordando novamente. Portanto, dietas radicais que prometem que em pouco tempo serão perdidos muitos quilos têm grande chance de causar o efeito sanfona.



A quantidade de calorias a serem consumidas nas dietas vai depender de alguns fatores, como: Sexo, idade, peso, altura e se a pessoa em questão prática alguma atividade física. Geralmente o consumo mínimo diário de calorias recomendado é de 800 calorias. O acompanhamento de uma nutricionista seria o ideal.

Existem dietas de emagrecimento que acabam se tornando dietas da moda. As mais recentes dietas da “moda” são as seguintes:

Dieta de South Beach – incentiva o consumo das gorduras e carboidratos considerados bons. Não impõe limite em relação à quantidade de alimentos a ser ingerida. É dividida em três etapas, sendo que somente na primeira existe restrição a um grupo de alimentos e a última etapa deve ser seguida por toda a vida.

Dieta do Dr. Atkins – é composta por quatro fases: indução, perda de peso contínua, pré-manutenção e manutenção. Na primeira fase os carboidratos são totalmente cortados. Nessa fase a pessoa faz três pequenas refeições na qual são permitidos os alimentos ricos em gordura, como carnes e queijos. Nas fases seguintes os carboidratos vão sendo gradativamente inseridos no cardápio, com o objetivo de determinar qual a quantidade de carboidrato que pode ser ingerida sem causar o aumento de peso.



Dieta do Tipo Sangüíneo – Publicada em um livro, essa dieta indica as pessoas de cada grupo sangüíneo, quais os alimentos que devem ser evitados.

Dieta da Zona – incentiva que a ingestão de calorias diárias seja de 40% de carboidratos, 30% de proteínas e 30% de gorduras, respeitando uma série de combinações de alimentos de uma lista. Para medir as porções, se faz necessário o uso de uma balança.

Uma pessoa não deve perder peso muito rápido, pois isso causa um grande desequilíbrio no organismo, e aumenta as chances dos quilos perdidos serem rapidamente recuperados.

fonte: http://www.infoescola.com/nutricao/dietas-de-emagrecimento/

Como Posso Perder Peso Em 1 Semana

Conforme já falei em posts anteriores, quando falamos numa dieta convencional, pensamos logo na perda de peso às custas de muito esforço, muitas vezes com privações (fome), o que sinceramente deixa qualquer ser humano mal humorado, estressado, desmotivado e longe de ter uma boa saúde (inclusive na semana passada conversamos sobre o mito do emagrecimento milagroso).

A boa ciência (estudos do maior nível de evidência científica) nos mostra que o emagrecimento (perda de peso) é apenas a ponta do iceberg. Gostaria de saber como emagrecer rápido? saiba mais como isso é possível.



Entenda que o emagrecimento saudável é a consequência natural de um corpo bem nutrido e com os hormônios balanceados (bem regulados).

Vou citar alguns benefícios do emagrecimento saudável que a boa ciência tem nos mostrado em quem adota este estilo de vida que vai muito além da perda de peso (não caia da cadeira, rs):

1. Diminuição importante dos riscos de diabetes

Como já comentei em posts anteriores, vivemos uma epidemia de diabetes no Brasil. A diabetes causa uma série de complicações (infarto, amputações, dentre outras) que podem e devem ser evitadas com uma alimentação excelente. Para quem já é diabético, há uma melhora importante e em muitos casos a diminuição da medicação.

Lembrar que essas complicações de diabetes (amputações, cegueira, infartos e outras) estão entre as causas “de morte natural” (na verdade evitáveis) que mais matam no Brasil e no mundo.

2. Melhora do colesterol e suas frações

Há uma melhora importante e em pouco tempo (cerca de trinta dias) nos níveis de HDL que aumentam (considerado por muitos como bom colesterol) e uma diminuição no LDL (especialmente os maléficos, que são os de menor tamanho), além da diminuição dos triglicerídeos, o que contribui para uma melhor regulação do corpo (os hormônios ficam funcionando de forma correta) e prevenindo contra diversos problemas futuros (exemplo derrames cerebrais).



3. Diminuição da pressão arterial

Você sabe que pressão alta mata. Causa diversas complicações como por exemplo aumento de risco de infartos e derrames cerebrais. Uma alimentação excelente, proposta pela boa ciência, irá promover uma perda de peso e também uma diminuição na pressão arterial.

Eu tenho ótimas experiências de pacientes hipertensos que reduziram a medicação de forma drástica. Alguns até tiveram sua medicação retirada, pois a pressão normalizou!

Logo, podemos dizer que essa abordagem é também terapêutica (trata doenças).



4. Controle da fome

Esse é um grande benefício. Eu sei do sofrimento dos meus pacientes que passam fome com diversas dietas, o que é muito desanimador.

Mas vai esta ótima notícia: você não vai mais passar fome.

fonte: https://drrocha.com.br/beneficios-do-emagrecimento-saudavel/

Os Perigos da Obesidade, Coloque No Seu Lugar

Obesidade e emagrecimento:  


essas duas palavras tratam diretamente de um problema e uma solução para o problema. E a cada dia é maior o número de pessoas consideradas obesas, mas infelizmente muitas dessas pessoas ainda não procuram a assistência de programas ou clínicas de emagrecimento com o intuito de livrar-se desta que é hoje considerada um dos maiores problemas quanto a distúrbios alimentares.

O processo de emagrecimento é necessário na solução de casos de obesidade e a depender da idade em que se encontra o indivíduo, certos cuidados devem ser tomados, principalmente pelo impacto que isso pode causar em sua vida social. Dois exemplos são a obesidade infantil, quando a pessoa ainda se encontra na fase da infância, e a obesidade na adolescência.

Obesidade infantil


A obesidade infantil hoje em dia afeta inúmeras pessoas onde a maioria delas são crianças. Você já deve ter observado muitas crianças acima do peso normal. Isso ocorre por causa de vários fatores entres eles uma mal alimentação, a ingestão de alimentos gordurosos e calóricos e também pela ausência de atividades físicas.



A obesidade traz muitas complicações tanto físicas como psicológicas para as crianças. A obesidade infantil não deve ser tratada com uma simples doença, devem ser tomados muitos cuidados para combatê-lá. Pois ela pode gerar várias doenças podendo levar à morte tanto em caso de crianças como adultos.


Tipos de alimentos que levam a obesidade:
Alimentos ricos em glicose (açúcar);
“Salgados” (frituras) como o pastel e coxinha;
Balas e chocolates;
Refrigerantes.
Como podemos observar a obesidade infantil também pode ser ocasionada por problemas psicológicos como a depressão e a ansiedade, levando assim as crianças a terem uma compulsão alimentar. Esse tipo de compulsão faz com que a pessoa coma bastante, com o objetivo de saciar sua ansiedade ou acabar com a depressão.

A obesidade infantil pode levar crianças a desenvolverem quadros clínicos como:
Doenças do coração;
Diabetes do tipo 2;
Hipertensão;
Complicações ortopédicas (dificultando o crescimento das crianças);
Depressão.

Como prevenir a obesidade infantil

Comece preparando um delicioso cárdapio saudável envolvendo a alimentação de toda família;
Realizar refeições saudavéis em horários definidos;
Abusar de frutas e verduras;
Ingerir bastante água;
Evitar o excesso de alimentos ricos em gordura ou glicose;
Praticar atividades físicas;
Evite realizar as refeições na frente de televisão ou computador;
Procure evitar realizar dietas muito rigorosas com os seus filhos.

Atenção:


Podemos reparar que a televisão mostra vários  fechamentos de cantinas  escolares,  isso por que ocorreu um aumento do número  de crianças obesas. Por isso aqui vai uma dica, sempre que for preparar a merenda escolar do seu filho procure incentivá-los, a comer sanduíches e ingerir sucos naturais, evitando assim o consumo de glicose e gorduras.

Curiosidades

Dados estatísticos informam que 30,3% das crianças de 6 aos 11 anos estão acima do peso;
Muitas crianças se espelham em seus próprios pais, por isso é necessário sempre ensinar bons hábitos alimentares aos filhos;

A obesidade infantil ocorre também em países desenvolvidos como os Estados Unidos, onde possui inúmeras lanchonetes e praças de alimentação.

Obesidade na adolescência

A obesidade é uma doença que acarreta diversas dificuldades na vida do obeso. Esse problema pode afetar pessoas de qualquer idade, muitos jovens durante a adolescência sentem que o corpo e a mente passam por várias mudanças que refletem na sua vida e na das pessoas que convivem com eles. A obesidade na adolescência geralmente inicia-se na infância mas nessa fase ela não é tratada como um problema o que dificulta mais ainda a perda de peso.

Os hábitos alimentares errôneos estabelecidos na infância possuem uma tendência a estenderem-se durante a adolescência, quando criança todos acham bonito e até saudável aquela criança gordinha que futuramente pode tornar-se um adolescente obeso e doente.



É cada vez mais comum os obesos na adolescência possuírem elevados índices de gordura e açúcar no sangue. Diversos fatores genéticos, sociais e psicológicos podem levar a obesidade.
Fatores que contribuem para a obesidade na adolescência

Má alimentação;
Alimentos ricos em gorduras ou glicose;
Mudanças de horários em relação as refeições;
Sedentarismo – ausência de atividade físicas;
Compulsão alimentar;
Stress e ansiedade;

Dificuldade de relacionar-se com outras pessoas e de fazer amizades.
A obesidade nessa fase contribui progressivamente para uma baixa auto estima e pensamentos negativos que podem ser oriundos das provocações por parte dos colegas de classe ou até mesmo do preconceito que reflete na dificuldade de fazer novas amizades.

A obesidade além de todos os problemas sociais e psicológicos que acarreta contribui para o surgimento de diversas doenças como hipertensão, hipercolesterolemia, diabetes, doenças do coração podendo levar a morte se não tratada.

É importante incentivar o consumo de frutas, verduras e legumes desde a infância como também a prática de algum tipo de atividade física que venha inserir a criança e mais tarde o adolescente no contexto social. Programas que incentivem uma alimentação e hábitos de vida saudáveis também devem ser incentivados principalmente nas escolas.

Leia mais sobre o impacto da obesidade na adolescência aqui.
Além de conhecer a fundo a obesidade e suas implicações na vida social e profissional de uma pessoa, quem deseja lidar com tal problema precisa conhecer boas dicas para um melhor processo de emagrecimento e o blog Nutrição em Foco selecionou algumas dicas fáceis de serem seguidas.
Dicas para emagrecimento

Algumas pessoas para manter seu peso adequado costumam adquirir algumas dietas elaboradas a partir de um perfil que não condiz com as suas necessidades individuais, é preciso aprender a alimentar-se bem e de forma correta de modo que esse hábito seja estabelecido por toda a vida do indivíduo.

Emagrecer por meio de cirurgias e medicamentos pode acarretar algumas consequências, antes de partir para um desses caminhos procure perder peso com saúde, o seu organismo agradece.
Os doces, salgados, frituras, refrigerantes e alimentos industrializados além de contribuírem para o aumento de peso auxiliam no surgimento de doenças cardíacas, hipertensão arterial, colesterol elevado e diabetes. Para a garantia de uma vida saudável além de alimentar-se corretamente é necessário praticar atividades físicas que irá combater o sedentarismo e diversas doenças.

fonte: http://www.nutricaoemfoco.com/infancia/obesidade-e-emagrecimento/

Aprenda As Melhores Formas Para Você Emagrecer Urgente

Assin, emagrecer urgente é muito fácil, porém fazê-lo com SAÚDE, apesar de extremamente benéfico não só para fins de Estética, mas também de viver mais e melhor, não é tão simples assim e exige os conhecimentos certos aliados a disciplina; lembre-se que seu peso é principalmente determinado por quanto de água, músculos, ossos e gordura você tem no seu corpo: por isso, quando você perde peso, a pergunta que sempre tem que ser bem respondida é “o que você perdeu?”, já que a resposta a isto pode significar prejuízo à sua saúde!

Afinal, ninguém quer perder músculos e ossos ou ficar desidratado, concordam? Mas é exatamente o que acontece com quem busca emagrecer somente baseando-se em remédios ou dietas temporárias “milagrosas”: perde peso, no entanto em boa parte não por perder gordura e com isso perde junto sua saúde... e quando parar o uso destes, ainda tende a recuperar o peso perdido principalmente como gordura, com mais dificuldade de perdê-lo na próxima “dieta” ou “remedinho”!



Todos precisam entender que o que mais engorda e/ou mantém alguém com sobrepeso (ou mesmo obeso) é o descuido com seus Hábitos de Vida e que enquanto estes não são adequados NINGUÉM consegue perder gordura e adquirir/manter bom organismo e aparência sem virar dependente químico (só consegue manter resultados quando em uso de substâncias, que não tardam a mostrar efeitos colaterais e contra-indicações). Exames e tratamentos são importantes?

SIM! Mas só são confiáveis e/ou funcionam quando o paciente, principal interessado em seus resultados, faz a sua parte e adota o máximo possível de hábitos de vida mais saudáveis, regularmente: manter organismo saudável, com mais músculos e menos gordura, funcional, o que gera bem-estar e real qualidade de vida, portanto, só é possível para quem melhora a forma como cuida de si mesmo e quanto mais se cuida, mais sente-se bem e tem melhores resultados!

Resumindo, então, quais devem ser os focos de quem quer emagrecer de forma saudável e manter composição corporal adequada e bem-estar? Basicamente, são 2:
1 – Adquirir e manter, regularmente, BONS hábitos de vida (detalhados aqui: http://www.icaro.med.br/atualizando-e-melhor-adequando-a-base-de-tudo/), sobretudo:

a)    Ingestão regular de água (nunca passar mais de 2h sem ingeri-la)b)   Alimentação adequada (comer de 3 em 3h, preferindo pequenas porções de alimentos de qualidade):·      Evitar carboidratos simples, açúcares e massas
·      Aumentar quantidade de fibras, bem distribuídas, na dieta
·      Incluir termogênicos naturais pode ajudar, como chá verde, ômega-3, pimenta, gengibre, etc
c)    Exercício físico regular (pelo menos 3x/semana)·      O ideal é combinar rotina de exercícios aeróbicos (caminhadas, pedalar, dança, etc) com os de força (musculação, ginástica localizada, etc)
d)   Dormir direito (sono ruim compromete o equilíbrio hormonal e de neurotransmissores)

2 – Buscar apoio dos profissionais de saúde necessários à correção de distúrbios e alterações de exames que persistam mesmo após a adoção de hábitos de vida mais saudáveis (muitos melhoram ou curam-se naturalmente à medida que mais hábitos saudáveis de vida são incorporados ao cotidiano mas os distúrbios/alterações que persistirem merecem tratamento competente), sejam doenças, intoxicações, carências de minerais, vitaminas, hormônios, etc.

a)    Equilibrar suas taxas de hormônios e neurotransmissores (são eles os responsáveis pela comunicação entre as células do seu organismo que, se comprometida, traz vários efeitos negativos para o corpo, entre eles o ganho de peso)



·      Reduzir níveis de insulina: quanto maiores estiverem maior sua tendência a engordar

·   Cuidado especial com a serotonina! A maior parte das pessoas com problemas de peso apresenta algum grau de depressão, ansiedade e “pânico”, condições onde comumente há baixos níveis de serotonina; para produzi-la melhor boas idéias são aumentar a ingestão de triptofano, complexo B e Magnésio (sob indicação/orientação competente)

b)   Recorra aos “remédios” somente (e se necessário) quando os pontos acima tiverem sido adequadamente abordados e resolvidos ou você pode acabar virando um dependente químico: só perde peso quando em uso de medicamentos (peso este que tende sempre a voltar quando cessa o uso e que torna-se gradativamente cada vez mais difícil de perder).

fonte: http://ligadasaude.blogspot.com.br/2012/11/emagrecimento-saudavel-resumo-do-que-e.html

As Principais Dicas Para Você Que Precisa Emagrecer Rápido

Como Emagrecer Rápido


Emagrecer rapidamente é um desejo presente na lista de todo mundo que não foi agraciado com aquele corpinho perfeito. Dicas e receitas de como emagrecer rápido são criadas todos os dias. Mas será que este ideal moderno é alcançável?

É possível emagrecer rapidamente com saúde e segurança? Será que já existe alguma formula para emagrecimento?

Emagrecer Rapidamente - Depende!


O acúmulo de gorduras, e outros fatores que levam ao excesso de peso, é um processo lento. Ninguém engorda de uma hora para outra. O IMC pessoal (ver Cálculo de IMC) vai variando no tempo de forma gradual, sem saltos.






O emagrecimento segue o mesmo processo. Perde-se peso de forma gradual. Portanto, "emagrecer rapidamente" é função dos hábitos alimentares da pessoa, e do nível de atividade física praticado.

Pergunte a qualquer um sobre como emagrecer rápido e, provavelmente, a resposta será outra pergunta: rápido quanto?

Portanto, emagrecer rapidamente é um objetivo relativo. Ele deve ser tomado em função da disposição de mudança de hábitos que se está disposto(a) a assumir.

Note que em "emagrecer rapidamente" subentende-se que se deseja emagrecer com saúde e segurança. Portanto, saiba que não existem soluções mirabolates. Promessas do tipo "como emagrecer em 1 semana", "como emagrecer rapidamente em 3 dias" devem ser encaradas com suspeita pois podem se mostrar um perigo para sua saúde.



Somente um programa de emagrecimento elaborado por especialistas, com prazos realistas e, claro, com força de vontade de sua parte, são caminhos seguros para emagrecer — emagrecer rapidamente no seu ritmo!

Dicas de Como Emagrecer Rápido


Como visto acima, emagrecer rapidamente é um conceito relativo. No entanto, com acompanhamento e dedicação é possível emagrecer em um ritmo ideal para seu corpo e, assim, obter aquele perfil desejado.

Abaixo seguem algumas dicas para ajudá-lo(a) a manter-se dentro de seu programa de emagrecimento e emagrecer rapidamente em seu ritmo.

Força de vontade — você não vai muito longe sem ela. Mantenha-se focado em seu objetivo e vá até o fim.

Olho na programação — mantenha-se dentro de seu programa de emagrecimento. Evite concessões em demasia.

Perseverança — não desista. Os caminhos para emagrecer rapidamente são duros e as tentações são grandes, mas somente com perseverança você superará estes obstáulos.

Conheça seus limites — emagrecer rapidamente é emagrecer no seu ritmo, e ele pode não ser igual ao que você espera ou quer. Seja compreensivo com seu corpo.

Força de vontade — não custa lembrar!

Como Emagrecer Rápido - Conclusão


Esperamos que as dicas acima o auxiliem em sua jornada para perder peso. Como vimos, emagrecer rapidamente depende mais de você mesmo do que de fatores externos e, além disso, não existem soluções mágicas sobre como emagrecer rápido. Os métodos tradicionais para emagrecer, preferencialmente acompanhados por médicos, profissionais de educação física etc. são o melhor caminho para ajudá-lo(a) a emagrecer rapidamente — no tempo exato para seu corpo!

fonte: http://como-emagrecer.com/